O ano em que disse Sim (Shonda Rhimes)




Fonte: TED
Olá, pessoal, tudo bem com vocês?

O livro de hoje é de um mulherão chamado Shonda Rhimes. Para quem não a conhece, ela é a criadora de Grey's Anatomy, Private Practice e Scandal e produtora executiva de How to get away with a murder. Cria histórias incríveis, que faz com que tenhamos apego a personagens e depois tira da gente (Ah, sim, ela é uma versão feminina do George R. R. Martin).

Como vocês podem perceber, ela é uma pessoa famosa, da TV, conhece inúmeros atores e profissionais. Entretanto, o comportamento dela era do tipo introspectivo. No início do livro, ela fala que não gostava de que as pessoas a enxergassem, que preferia estar em um casulo, um lugar seguro e quentinho, dentro de sua zona de conforto.

Certo dia, Shonda estava com sua irmã mais velha preparando o jantar para o dia de Ação de Graças, contando sobre os convites para eventos, entrevistas etc que havia recebido (ah, sim, se exibindo um pouco) e, então, sua irmã disse as palavras que tornaram-se o ponto de ruptura na vida de Shonda: "Você nunca diz 'Sim' para nada".

"Seis palavras chocantes.
Esse é o início. Essa é a origem de tudo. Minha irmã Delorse pronunciou seis palavras chocantes e mudou tudo. Ela pronunciou seis palavras, e agora, enquanto escrevo isso, me tornei uma pessoa diferente.
- Você nunca diz “sim” para nada.
Ela nem mesmo falou as seis palavras chocantes. Ela as murmurou, na verdade, com os lábios mal se movendo, os olhos atentamente fixos na grande faca que segurava enquanto cortava vegetais em um ritmo frenético, tentando vencer o relógio".

Com isso, Shonda decide dizer 'Sim' para situações que a amedrontasse, como discursos, entrevistas e, inclusive, atuar. Aos poucos, ela foi vencendo o medo de estar em evidência, tornando-se ainda mais forte e incrível do que já era. E nesse 'Ano do Sim' ela aprende tantas coisas sobre si mesma que ela muda sua visão para muitas coisas, inclusive, melhorando sua relação com o próprio corpo.

Em muitas passagens, ela insiste em dizer que é uma pessoa mentirosa. Foi impossível eu deixar de questionar se o que estava no livro era verdadeiro ou só mais umas linhas de Grey's Anatomy. Todavia, o livro é tão inspirador e empoderador que o fato de ser verdade ou não deixa de ter importância. Afinal, também acho impossível o livro não deixar qualquer pessoa incomodada com o mínimo que for com algum aspecto de sua vida. Eu fiquei incomodada e muito!

Eu acompanho a série Grey's Anatomy desde a primeira temporada, é a minha série favorita. Shonda fala muito das personagens da série, o que levou a criar tais personagens e abordar certos assuntos. Depois desse livro, passei a ter um olhar diferente sobre a série e a identificar mais os toques da Shonda na história. E, claro, passei a amar ainda mais Christina Yang.

Nunca imaginei que eu fosse me pegar recomendando um livro deste gênero, e aqui estou! Me sentindo inspirada a dizer 'Sim' a muitas coisas, pois, muitas coisas mesmo me amedrontam. É um livro que vai te mostrar que é difícil, sim, sair da zona de conforto, mas a recompensa é incrível para você mesmo, basta ter paciência consigo. A gente lê o livro e a autora coloca tudo de forma tão simples, como um bate papo descontraído em um café, só que não é tão simples assim. Demanda energia e disciplina, não ser indulgente e ter determinação. É uma mudança de comportamento.

Melhoria contínua é um exercício e exige nossa força, assim como qualquer outra tarefa.

Site do TED tem um vídeo com a Shonda Rhimes falando sobre o 'Ano do Sim'. Assistam e conheçam essa mulher incrível!


Quem está disposto a dizer 'Sim'?

Beijos,


Share:

0 comentários

Obrigada pelo seu comentário! Responderei assim que possível!