15 livros para ler em um dia!





Bom dia, pessoal, tudo bem com vocês?

Ter passado pela rotina corrida que tive ano passado me fez conhecer livros incríveis e rápidos de serem lidos. Eu não conseguia ler durante a semana, me dedicava por completo ao trabalho e faculdade, e acabava só lendo de sábado e domingo, tomada por cansaço.

Nesse tempo, li muitos livros curtos, contos, novelas etc que me fizeram permanecer bem próxima do mundo da literatura e não deixar de fazer o que eu mais gostava. Com isso, sei que muitos de vocês tem esta rotina, indico quinze livros que conheci nesse meu período conturbado e que vocês podem ler bem rápido, terminar e sem ficar com livros começados por muito tempo.

A lista é bem diversificada e é uma forma de conhecer vários autores diferentes e consagrados de forma bem fácil. Pensem só, se vocês conseguirem ler todos, são quinze novos autores que vocês conheceram ou mais quinze livros lidos de assuntos bem diferentes um do outro.

Vamos lá!


1. O papel de parede amarelo (Charlotte Perkins Gilman) - Conta a história de uma mulher que possui depressão pós parto, mas, pela época em que isso acontece, ela não é corretamente diagnosticada e medicada. Acompanhamos as consequências, seu comportamento e, em muitos pontos, tem até uma aparência de conto de terror. Livro bem gostoso de ler.


2. Esperando Godot (Samuel Beckett) - Dois vagabundos estão esperando o tal do Godot, que nunca aparece, para serem resgatados e, nesta espera, personalidades bem peculiares aparecem para interagir com os personagens. Os diálogos são incríveis e é uma peça super divertida. Estragon e Vladimir tornaram-se meus personagens favoritos da vida.

3. Morreste-me (José Luís Peixoto) - Um desabafo sobre a morte do pai, o sentir a dor em palavras, descortinando lembranças e lágrimas. Livro super poético e incrível para que a gente reflita sobre o "aproveitar o tempo próximo aqueles que amamos".

4. A condição indestrutível de ter sido (Helena Terra) - A personagem, dona de um blog coletivo, passa a intensificar seu relacionamento com um dos colaboradores e não se poupa ao entregar-se a esse relacionamento, mesmo sabendo que ele mora muito longe e que é casado. Você vai ler os pensamentos mais íntimos da personagem, suas ponderações quanto esse relacionamento e seu sofrimento com todo o cenário.

5. Para educar crianças feministas (Chimamanda Ngozi Adichie) - É uma carta escrita a uma amiga, recentemente mãe de uma menina, com quinze sugestões para que ela eduque sua filha dentro da igualdade de gêneros. São conselhos sensíveis e leves para que a gente leve para nossa vida, para nossos companheiros e filhos. É daqueles livros que dá vontade de sair grifando e anotando tudo de tão lindo que é!

6. Ássia (Ivan Turguêniev) - Um dos livros mais lindos que já li, escrita linda e sensível. O protagonista N., russo, viaja à Alemanha para tentar esquecer uma paixão que não tinha futuro. Nas festividades da cidade onde N. está hospedado, ele conhece Ássia, uma jovem misteriosa que é apaixonada pelos livros e pela vida, e começa a mexer com N. e suas amizades criadas nesta pequena cidade. Só de escrever aqui, já estou morrendo de vontade de reler. Super recomendo, pois Ássia possui a presença da Rússia de modo intenso em cada uma de suas linhas.

7. O fantasma de Canterville (Oscar Wilde) - Uma história de fantasmas muito engraçada, repleta de crítica ao patriotismo americano. Em contrapartida, há uma parte delicada do fantasma com uma das crianças. Já perdi as contas de quantas vezes já li.

8. Outros jeitos de usar a boca (Rupi Kaur) - Livro de poesias que vão mexer com você em seus recantos mais íntimos, tratando de assuntos como amor, força, feminismo, feminilidade e sofrimento. A autora entrega seu coração a nós, com tudo o que sente, sem pudores.

9. Cenas Londrinas (Virginia Woolf) - Conjunto de ensaios dessa musa incrível sobre a cidade de Londres e suas impressões sobre toda aquela máquina naquela época, suas pessoas, nuances e cores. Uma das minhas obras favoritas da autora.

10. Linha única (João Anzanello Carrascoza) - Esse é o meu atual muso da literatura nacional contemporânea. Adoro tudo o que ele escreve e me dá aquele quentinho no coração que nem tem como explicar. Este livro é cheio de microcontos com apenas uma linha, mas que vão mexer com você ou dar uns tapas na sua cara. Maior exemplo de que tamanho não é documento hahaha!

11. No teu deserto (Miguel Sousa Tavares) - Memórias de um jornalista durante a travessia do deserto do Saara e os efeitos que uma garota bem mais nova que ele tem em sua vida e no futuro. Fala muito de fotografia e tem uma linguagem muito linda e poética.

12. A contadora de filmes (Hernán Rivera Letelier) - Em uma época de dificuldades, Maria Margarita vai ao cinema para depois contar as histórias para sua família e outros conhecidos, que não possuem dinheiro para irem também. Mas ela não apenas conta, como também representa algumas cenas. Essa delicadeza não é a única marca do livro. Há temas mais fortes a serem tratados que nos chocam só de imaginar.

13. A árvore dos desejos (William Faulkner) - Obra infantil do autor, com teor fantástico e fabulesco, com um grupo de crianças que saem em busca da Árvore dos Desejos. As crianças conhecerão criaturas, passarão por lugares que estimulam nosso imaginário. Livro bem fofo e gostoso de ler.

14. Vermelho amargo (Bartolomeu Campos de Queirós) - Um livro muito triste de memórias de um personagem que teve uma infância sofrida, sem a mãe, marcada por alcoolismo, morte, perdas, indiferença e vendo a família ficar cada vez menor com o tempo. Obra dolorida e tem inspiração autobiográfica. Livro lindo mesmo.

15. O dragão de gelo (George R. R. Martin) - Uma criança nascida no inverno, Adara, sempre teve o frio intrínseco a sua vida e ela sente uma estranha ligação com o temível dragão de gelo, com o qual desenvolve uma amizade. Uma forma de conhecer a escrita do GRRM sem precisar entrar de cara em seus livros gigantescos.

Sei que algumas edições são da falecida Cosac, mas existem outras edições pela estante virtual e também em e-books. Viu como é fácil conhecer vários autores de forma prática?

Quais outros livros vocês também indicariam para ler em um dia?

Beijos


Share:

0 comentários

Obrigada pelo seu comentário! Responderei assim que possível!